x

5 Atitudes


Em 2014, o movimento Todos Pela Educação percorreu as cinco regiões do país para ouvir pais de alunos e educadores sobre as ações e comportamentos que favorecem a parceria entre família, escola e comunidade e que impactam positivamente no aprendizado dos alunos.

Com base nesse levantamento, o movimento propõe 5 Atitudes (www.5atitudes.org.br) que mostram como a população brasileira pode ajudar crianças e jovens a aprender cada vez mais e por toda a vida. As Atitudes se apoiam nos seguintes pressupostos: vínculo afetivo, frequência, reconhecimento de avanços, diálogo e bons exemplos.

Conheça as Atitudes:

 

Valorizar os professores, a aprendizagem e o conhecimento

Hoje o povo brasileiro já valoriza que as crianças e jovens estejam na escola, mas é preciso que passemos a acompanhar o que aprendem, que valorizemos cada vez mais o conhecimento. E não há como promover o conhecimento e a aprendizagem sem valorizar o professor, profissional absolutamente central no processo de ensino escolar. Assim, pais ou pessoas de uma comunidade que se interessam pelo que a criança ou jovem está aprendendo na escola e que demonstra que respeita o trabalho do professor contribui para essa valorização.

E essa Atitude pode estar presente no dia a dia de todos, como por exemplo: pais e familiares demonstrando que valorizam e respeitam o trabalho dos professores e de toda a equipe escolar, perguntando o que está aprendendo e observando se a criança ou jovem está estimulado pelas propostas; professores e diretores buscando assegurar na sala de aula as condições físicas e materiais adequados para a aprendizagem, organização, conforto para leitura e estudo; diretores reconhecendo, valorizando e apoiando a capacidade técnica e o trabalho de seu corpo docente.

 

Promover as habilidades importantes para a vida e para a escola

As habilidades que falamos aqui são aquelas que serão desenvolvidas ao longo da vida escolar, no convívio social, mas que se estimuladas desde cedo têm maior probabilidade de serem absorvidas e praticadas no dia a dia, como responsabilidade, persistência, concentração, disciplina, comunicação e trabalho em equipe.

E essas habilidades podem ser estimuladas com ações como: em casa, estimulo da disciplina com horários e a promoção de atividades que exijam concentração, como jogos, contação de história ou atividades que possam ampliar o universo linguístico, como conversar e perguntar, ouvir e cantar músicas junto; em sala de aula, a promoção de atividades em grupo, que tenham que organizar o tempo e ter disciplina para executá-las em sala de aula; a sociedade, em geral, buscar envolver crianças e jovens em eventos e fóruns de discussão da vida na cidade.

 

Colocar a Educação escolar no dia a dia

A ideia é que as famílias, independentemente da sua escolaridade, e a comunidade consigam ajudar as crianças ou os jovens a entenderem a Educação como um bem necessário para o seu desenvolvimento integral, que a Educação escolar seja incorporada em sua rotina, em seu dia a dia, como um valor familiar ou dessa comunidade.

Ações simples e rotineiras, como levar ou buscar o filho da escola, não deixar faltar sem motivo e respeitar os horários das aulas, organizar a rotina escolar e arrumar o uniforme são algumas fazem com que essa atitude seja colocada em prática. Na escola, por exemplo, é importante que se garanta condições para que os alunos possam fazer relações do que se aprende na escola com a vida cotidiana e que se assegurar um espaço de acolhimento dos alunos e familiares. A iniciativa privada, por exemplo, pode contribuir com a valorizar e o estimulo da participação dos funcionários na escola de seus filhos.

 

Apoiar o projeto de vida e o protagonismo dos alunos

O que os jovens brasileiros querem para seu futuro? Como ajudá-los a abrir portas para esse futuro? O objetivo dessa Atitude é ajudar a sociedade a cuidar do projeto de suas crianças e seus jovens e estimular o protagonismo juvenil, promovendo a ideia de que todos são capazes de se desenvolver plenamente por meio da Educação, como cidadãos e como profissionais.

Nesse sentido, é importante que pais e familiares acreditem no potencial das crianças e dos jovens - pois a confiança e a motivação são os motores do sucesso -, demonstrem interesse pelas aptidões e tendências das crianças e dos jovens, por exemplo, valorizando suas ideias e feitos. Que os professores e a equipe escolar, por exemplo, acreditem que todas as crianças e jovens têm a capacidade de aprender e passem essa confiança para eles.

 

Ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e dos jovens

Em grande medida, o impacto negativo do baixo nível socioeconômico na aprendizagem das crianças é decorrente da falta de exposição a situações culturais e de formação de repertório que ajudem na compreensão do mundo e do que é ensinado na escola. Essa Atitude busca então ajudar a família e a comunidade a buscar e aproveitar atividades e espaços que possam ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e jovens e contribuir para a ampliação da sua formação cidadã.

Algumas ações podem ajudar a colocar essa atitude em prática no dia a dia, como a escola incentivar os alunos a frequentarem os espaços culturais e esportivos da comunidade e informar aos pais o cronograma de atividades culturais e esportivas da escola para que também participem. Os gestores públicos estimularem o uso dos espaços públicos da região para a promoção de atividades culturais e esportivas e, em casa, os pais e familiares realizarem, por exemplo, podem ler para a criança com regularidade – caso não saiba ler, pode pedir apoio para outros familiares ou vizinhos -, e incentivar as crianças e os jovens a participar de atividades culturais e esportivas da escola e comunidade.


Se interessou? Quer saber mais? Acesse www.5atitudes.org.br e faça também a sua parte pela melhoria da Educação no Brasil!
 



Consulte nosso glossário

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • S
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z

Sua mensagem foi enviada com sucesso!
 
 
 

Não foi encontrado nenhum registro com os critérios informados.