x

Só uma em cada dez cidades brasileiras atinge meta de matemática no EF

11 de fevereiro de 2015
Dado se refere ao 9º ano; meta 3 do TPE mostra aprendizado adequado ao ano

Só uma em cada dez cidades brasileiras atinge meta de matemática no EF
João Bittar/MEC




Do Todos Pela Educação

Somente 10,8% dos municípios brasileiros – um total de 580 cidades – cumpriram as metas de aprendizagem em matemática nos anos finais do Ensino Fundamental. Em língua portuguesa, o percentual é um pouco maior: 29,6%. Já para os anos iniciais, as taxas das duas disciplinas avaliadas são maiores: 61,7% para matemática e 48% para língua portuguesa. 

Os dados se referem às metas intermediárias Meta 3 do movimento Todos Pela Educação: Todo aluno com aprendizado adequado ao seu ano de matrícula. Elas foram estabelecidas para facilitar o monitoramento do desempenho dos alunos e devem ser atingidas a cada dois anos, já que o levantamento é realizado com base na proficiência dos estudantes na Prova Brasil. Esta divulgação se refere à avaliação aplicada em 2013, a mais recente (leia mais abaixo).

A tendência negativa já se mostrava em 2011, quando os percentuais das redes municipais que cumpriram as metas relativas a 2009 para matemática no 5º ano e para português e matemática no 9º ano apresentaram queda. No levantamento de 2013, as duas disciplinas apresentaram decréscimo nas taxas para os dois anos considerados. 

A tabela abaixo mostra a evolução dos dados. 
 

Brasil: Total e percentual de municípios que atingiram as metas intermediárias do TPE

Ano e disciplina avaliados

2007

2009

2011

2013

Total

%

Total

%

Total

%

Total

%

5° ano EF

Língua Portuguesa

2.039

40,5

2.498

46,4

2.569

49,1

2.539

48,0

Matemática

3.781

75,1

4.181

77,6

3.617

69,1

3.262

61,7

9° ano EF

Língua Portuguesa

3.477

67,1

4.552

83,7

2.976

55,0

1.592

29,6

Matemática

2.500

48,2

2.323

42,7

1.533

28,3

580

10,8

 

O Brasil tem hoje 45,1% dos seus alunos matriculados no 5º ano do Ensino Fundamental com aprendizado adequado em língua portuguesa e 39,5%, em matemática. Os dois percentuais estão abaixo das metas intermediárias estabelecidas para o País: 47,9% e 42,3%, respectivamente. 

Nos anos finais, a situação é pior: apenas 28,7% dos estudantes de todo o Brasil terminaram o Ensino Fundamental sabendo o que deveriam em português e somente 16,4%, em matemática. Ambas as taxas estão aquém do objetivo traçado: 42,9% e 37,1%. 

É preciso lembrar que o Todos Pela Educação considera como aprendizado adequado o estudante que atingiu ou superou as pontuações, em cada disciplina nas séries avaliadas, como mostra a tabela abaixo:
 

 

Língua Portuguesa

Matemática

5º ano do Ensino Fundamental

200

225

9º ano do Ensino Fundamental

275

300

 

A coordenadora geral do Todos Pela Educação, Alejandra Meraz Velasco, afirma que os resultados refletem o que mostrou a divulgação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ano passado: a estagnação dos anos finais do Ensino Fundamental. "Isto gera uma regressão nos dados do Ensino Médio, como foi observado. É inadmissível", afirma. "O direito à Educação é o direito de aprender e não só de frequentar a escola." Para ela, a defasagem no aprendizado deve ser corrigida ano a ano. 

Estados
Entre as Unidades da Federação, o Acre foi a que obteve o maior percentual de municípios que cumpriram as metas para língua portuguesa nos anos iniciais: 85,7%, o que significa que, das 22 cidades do Estado, 21 atingiram as metas parciais. 

Além disso, o Acre teve o maior crescimento em relação à divulgação anterior (2011), ocasião em que a taxa de cumprimento foi de 54,5% (ou 12 de 22 cidades). Em segundo lugar aparece Rondônia, onde 70,6% (36 de 51) das cidades cumpriram as metas – em 2011, a taxa foi de 45,1%. 

Nos anos finais, a situação é bem mais complicada. Em relação a 2011, nenhuma Unidade da Federação superou seu próprio percentual de cidades que atingiram a meta de português. Além disso, com as exceções de Roraima e Distrito Federal, todos os Estados registraram queda. Santa Catarina apresenta o pior decréscimo: a porcentagem de cidades caiu de 56,1% (287 cidades avaliadas) para 19,2% (291 cidades avaliadas). 

Em matemática, os números dos anos iniciais mostram que Alagoas e Acre foram os Estados com maior crescimento de municípios cumprindo suas metas – o aumento foi de cerca de 9 pontos percentuais.

Nos anos finais, com a exceção do Distrito federal, todas as Unidades da Federação apesentaram queda na taxa municipal e cumprimento da Meta 3. O pior caso é o de Minas Gerais: em 2011, 41,6% dos 844 municípios atingiram as metas. Já em 2013, somente 13,5% das 831 cidades tiveram o mesmo desempenho. 

No quadro abaixo é possível observar as taxas completas para todas as Unidades da Federação.

Por Unidade da Federação, total de municípios que cumpriram cada uma das metas e proporção de municípios que cumpriram as metas dentre aqueles em que foi possível avaliar o cumprimento (2007, 2009, 2011 e 2013)

 
 

Unidade da Federação

Total de Municípios

5º EF –

Língua Portuguesa

5º EF –

Matemática

9º EF –

Língua Portuguesa

9º EF –

Matemática

 

2013

2013

2013

2013

 

Qtd. Avaliado

% Atingiu

Qtd. Avaliado

% Atingiu

Qtd. Avaliado

% Atingiu

Qtd. Avaliado

% Atingiu

 
 

Acre

22

21

85,7%

21

100,0%

22

63,6%

22

13,6%

 

Alagoas

102

101

19,8%

101

42,6%

101

6,9%

101

2,0%

 

Amapá

16

16

6,3%

16

12,5%

16

31,3%

16

6,3%

 

Amazonas

62

62

43,5%

62

66,1%

61

34,4%

61

16,4%

 

Bahia

417

409

15,4%

409

27,6%

406

26,8%

406

6,7%

 

Ceará

184

184

78,8%

184

87,0%

184

60,3%

184

28,3%

 

Distrito Federal

1

1

0,0%

1

100,0%

1

0,0%

1

0,0%

 

Espírito Santo

78

78

55,1%

78

71,8%

78

29,5%

78

3,8%

 

Goiás

246

240

68,8%

240

81,3%

240

55,8%

240

25,0%

 

Maranhão

217

204

8,8%

204

14,7%

201

15,9%

201

5,5%

 

Mato Grosso

141

137

44,5%

137

60,6%

138

23,9%

138

7,2%

 

Mato Grosso do Sul

78

78

73,1%

78

88,5%

78

24,4%

78

5,1%

 

Minas Gerais

853

833

73,1%

833

81,5%

831

44,3%

831

13,5%

 

Pará

143

143

9,1%

143

18,9%

143

13,3%

143

5,6%

 

Paraíba

223

211

37,4%

211

46,4%

218

32,1%

218

14,7%

 

Paraná

399

396

60,6%

396

72,2%

397

18,4%

397

5,0%

 

Pernambuco

185

183

30,6%

183

54,6%

185

36,2%

185

11,9%

 

Piauí

224

206

24,8%

206

44,2%

212

35,4%

212

9,9%

 

Rio de Janeiro

92

92

22,8%

92

47,8%

92

5,4%

92

2,2%

 

Rio Grande do Norte

167

163

41,7%

163

52,1%

153

32,7%

153

14,4%

 

Rio Grande do Sul

496

377

62,6%

377

73,2%

425

25,9%

425

8,5%

 

Rondônia

52

51

70,6%

51

82,4%

51

17,6%

51

5,9%

 

Roraima

15

14

14,3%

14

35,7%

14

14,3%

14

7,1%

 

Santa Catarina

293

268

79,5%

268

84,0%

291

19,2%

291

3,8%

 

São Paulo

645

630

39,0%

630

63,0%

642

20,7%

642

10,4%

 

Sergipe

75

71

15,5%

71

25,4%

70

27,1%

70

11,4%

 

Tocantins

139

137

29,2%

137

55,5%

139

20,1%

139

23,0%

 
 


Levantamento
A meta 3 do Todos Pela Educação não é atingida quando o limite superior do intervalo de confiança do dado está abaixo da meta. Se a meta estiver dentro do intervalo de confiança, ela é considerada cumprida. Da mesma forma, caso o limite inferior for maior do que o estabelecido na meta, ela é vista como superada. As redes que atingiram ou superaram as metas têm seus percentuais considerados como adequados.

Para cada município, foram considerados os índices das redes públicas de áreas urbanas de todos os municípios que fizeram a Prova Brasil e que têm metas intermediárias estabelecidas pelo movimento (aquele que participaram de, no mínimo, de uma das duas primeiras avaliações, aplicadas em 2005 e 2007).

No caso do Ensino Médio, não é possível monitorar a Meta 3 do movimento pelo fato de a avaliação aplicada nessa etapa ser amostral – ou seja, os dados não apresentam específicos e com representatividade suficiente para cada município.

Para saber mais sobre a Prova Brasil, clique aqui.
 


Ver todas as notícias


Carregando

Ainda não há comentários.

Seja o primeiro a comentar.




Seu comentário foi enviado com sucesso.




 

Leia os termos de uso antes de enviar sua mensagem.
Li e aceito os termos de uso.

 

Consulte nosso glossário

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • S
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z

Sua mensagem foi enviada com sucesso!
 
 
 

Não foi encontrado nenhum registro com os critérios informados.