x

Todos Pela Educação lança publicação com agenda estratégica para a formação de professores no Brasil

18 de maio de 2016
Livro traz síntese de estudo coordenado pelo professor e pesquisador da FGV, Fernando Luiz Abrucio

Fonte: Todos Pela Educação




Diversos estudos identificam a falta de políticas docentes capazes de formar, atrair e manter em sala de aula os melhores profissionais, mas os caminhos institucionais para conseguir a mudança não são claros. Com o objetivo de contribuir para a definição de ações que levem a essa mudança, o Todos Pela Educação (TPE) idealizou a pesquisa “Formação de Professores no Brasil – Diagnóstico, agenda de políticas e estratégias para a mudança”, coordenada pelo professor Fernando Luiz Abrucio, da Fundação Getúlio Vargas.

Este estudo, que contou com o apoio do Itaú BBA e do Instituto Península, deu origem a publicação homônima que acaba de ser lançada pelo TPE, em parceria com a Fundação Santillana e a Editora Moderna.  

O estudo contemplou, em primeiro lugar, uma revisão da literatura das pesquisas relativas à pertinência e à suficiência dos programas de formação de professores existentes no Brasil. Esse primeiro passo trouxe elementos para a definição de escopo e para indagar os atores estratégicos numa segunda fase do estudo, na qual se foi a campo para realizar entrevistas em profundidade e grupos focais que permitiram identificar as principais problemáticas e proposições para avançar no terreno das políticas públicas.

Entre os problemas apontados pelo estudo estão, por exemplo, alguns aspectos dos currículos de formação de professores - como a falta da abordagem didática e de atenção e adequação ao perfil do aluno ingressante - assim como a necessidade de integração do tripé formativo – universidades-centros formadores/redes de ensino/escolas. Já entre as principais medidas para solucionar esses problemas estão mudanças nos currículos de pedagogia e licenciaturas, adoção de escolas públicas de referência e programas de estágios e residências pedagógicas

“A melhoria da formação e da carreira do professor é uma das 5 Bandeiras do TPE, desde 2010”, conta Alejandra Meraz Velasco, superintendente do movimento. “E mesmo sabendo que não há “bala de prata” em Educação, essa é a Bandeira que se destaca pelo enorme impacto que tem na aprendizagem das crianças e jovens e esse estudo e sua publicação vêm para apoiar essa agenda entendida pelo movimento como estratégica para a melhoria da qualidade da Educação brasileira nos próximos anos”, completa.

A publicação já está disponível para download aqui.


Ver todos os releases

Consulte nosso glossário

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • S
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z

Sua mensagem foi enviada com sucesso!
 
 
 

Não foi encontrado nenhum registro com os critérios informados.