#EDUCAÇÃONAFRENTE: Deputada Prof. Dorinha Seabra (DEM-TO) QUER EDUCAÇÃO COMO PRIORIDADE NACIONAL

POR Todos Pela Educação 22 Mai, 2019

Especiais


Educação Já

Deputada federal é presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação

No início de abril foi lançada a Frente Parlamentar Mista da Educação no Congresso Nacional. A associação suprapartidária de deputados federais e senadores (por isso ‘mista’) tem por objetivo pôr em pauta temas cruciais para mudar a qualidade da Educação brasileira. Diferente de Frentes de mandatos anteriores, a atual terá seu trabalho estruturado em 10 comissões focadas em temáticas importantes para a área. À frente do grupo está a deputada Professora Dorinha Seabra (DEM-TO), presidente da Frente. Ela é mais uma dos entrevistados na série de entrevistas #EducaçãoNaFrente, do Todos Pela Educação, com os integrantes da iniciativa.

 

+LEIA MAIS: FRENTE PARLAMENTAR MISTA DA EDUCAÇÃO É LANÇADA NO CONGRESSO

 

Todos: O que a Educação representou em sua trajetória pessoal?

Dorinha: A educação está diretamente ligada a minha história de vida pessoal desde criança e ao longo de toda a minha trajetória profissional. Sou filha de pai e mãe professores e cresci acompanhando as lutas por uma escola pública de qualidade. Comecei meu trabalho na área em uma escola na periferia de Goiânia, fiz mestrado em Educação Escolar, fui professora universitária na área de formação de professores e secretaria de Educação do Estado do Tocantins. A minha vida está estruturada na educação e todos os espaços que ocupei e ainda ocupo na minha vida profissional é influenciado por essa trajetória.

 

Meu maior tempo de atuação até o momento foi como secretária de Educação do Estado do Tocantins, cargo que ocupei por quase 10 anos, durante três governos. Quando assumi a gestão o Estado tinha índices ruins, formação de professores precária com até 95% dos educadores do Ensino Médio com formação inadequada, carreira desorganizada, dentre outras sérias deficiências.

 

Em minha atuação fui a campo conhecer a realidade das escolas públicas urbanas, rurais e indígenas, vi de perto as necessidades dos gestores da ponta, me envolvi com o dia a dia das escolas. Para promover as mudanças necessárias participei ativamente da equipe de planejamento estratégico, definimos metas, elaboramos uma nova lei de sistema educacional, um novo desenho de formação junto com as universidades públicas do estado. Assim conseguimos melhorar a gestão das escolas, corrigir fluxos, capacitar professores, combater a evasão escolar e melhorar a educação. 

 

Esse conhecimento da realidade, do dia a dia das escolas e dos gestores municipais e estaduais orienta meu trabalho como parlamentar. Estou no meu terceiro mandato e grande parte dos meus Projetos de Lei e envolvimento com outras atividades parlamentares tem a ver com a minha vivência na área da educação.
 

 

 

+LEIA MAIS: CONSED E UNDIME DIZEM PORQUE A FRENTE PARLAMENTAR MISTA DA EDUCAÇÃO É IMPORTANTE

 

Todos: Qual sua análise sobre a situação da Educação no Brasil?

Dorinha:  A definição da Base Nacional Curricular Comum é uma questão central que avançamos, mas os nossos índices são muito baixos e a nossa sociedade ainda não assumiu a urgência que deve ser dada a educação. Infelizmente todas as pesquisas divulgadas mostram que melhorar a educação não é assumido pelo país como emergência. Nossos resultados não asseguram o direito de aprender. 

Não adianta ter trabalho se não há quem possa ocupar os espaços profissionais. A educação também está intimamente ligada às questões de segurança e saúde. Todos os grandes desafios do país passam pela melhoria da educação.

 

A questão da formação do professor no Brasil eu vejo como um grande gargalo. A formação é inadequada, cheia de problemas em relação ao que os professores precisam aprender, a grande maioria dos currículos ignora a alfabetização, os resultados são ruins e a formação é muito precária. Precisamos reestruturar a formação e a carreira para que os melhores alunos do ensino médio queiram ser professores. Precisamos ter os melhores profissionais interessados na escola e sendo preparados para atuar em sala de aula.

 

Todos: Quais são suas expectativas para os trabalhos da Frente Parlamentar Mista da Educação? Que benefícios ela pode trazer para a Educação?

Dorinha: Tenho expectativa muito positiva sobre o trabalho da Frente, especialmente pela sua composição. Ela não nasce a partir do meu desejo como parlamentar, mas de um grande grupo que tem o mesmo objetivo de que a educação pública brasileira garanta a cada criança e a cada jovem o seu direito de aprender. A Frente é fruto do interesse coletivo do Congresso Nacional, dos secretários de educação de Estados e Municípios e das instituições que tem por objetivo fortalecer a educação do país.

 

O desenho da Frente contempla as principais temáticas que são os grandes gargalos da educação no país. O envolvimento das pessoas e das instituições com o plano de trabalho que está em construção mostra que a Frente tem condições de assumir um papel como interlocutora para colocar a educação como urgência na sociedade, acompanhar os projetos centrais, monitorar a gestão e construir novas práticas.

 

A participação de parlamentares com diferentes histórias também me traz uma esperança de que essa Frente consiga ser um espaço de debate pela educação, de construção de projetos e ações legislativas com influência direta sobre o executivo Municipal, Estadual e União. A Frente não nasceu de uma vontade individual, mas de um debate coletivo que tem a educação brasileira como prioridade.

 

 

Conheça os demais integrantes da coordenação da Frente:

 

Presidente: Deputada Dorinha Seabra (DEM-TO)

Vice-presidente de Educação Superior: Senador Izalci Lucas (PSDB-DF)

Vice-presidente da Educação Básica: Senador Jorginho Mello (PR-SC)

Secretário-geral: Deputado Israel Batista (PV-DF)

Tesoureiro: Tiago Mitraud (Novo-MG)

Coordenação de arranjos federativos de Educação: Deputada Luísa Canziani (PTB-PR)

Coordenação de sistema nacional de Educação: Deputado Raul Henry (MDB-PE)

Coordenação de financiamento da Educação: Deputado Danilo Cabral (PSB-PE)

Coordenação de formação e valorização dos profissionais da Educação: Deputados João Henrique Caldas (PSB-AL)

Coordenação de Primeira Infância e Educação Infantil: Deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF)

Coordenação de Alfabetização e Ensino Fundamental: Deputado Luizão Goulart (PRB-PR)

Coordenação de Ensino Médio: Deputado Idilvan Alencar (PDT-CE)

Coordenação de Ensino Técnico e Profissional: Deputada Tabata Amaral (PDT-SP)

Coordenação de Educação Especial, de Indígenas e de comunidades tradicionais: Deputado Felipe Rigoni (PSB-ES)

Coordenação de Desportos: Deputado Luiz Lima (PSL-RJ)



SHARE