Realizações em 2018: do Todos para todos

POR Todos Pela Educação 20 Dez, 2018

Acontece no Todos


Institucional

Confira, em cinco passos, as principais ações do Todos Pela Educação no último ano para garantir uma Educação de qualidade para todas as crianças e jovens do Brasil

 

O mundo, seu tempo e suas realizações estão sempre organizados em ciclos que se encerram para abrir espaço para novos direcionamentos. Nem sempre as mudanças daí decorrentes são claras, mas, se procurarmos bem, elas estão lá. Com o Todos não é diferente. Em 2018, lideramos importantes mudanças e realizamos trabalhos significativos para todos nós brasileiros. Toda nossa energia foi empregada para que o Brasil avance rumo a uma Educação com qualidade e oportunidades iguais para todos. O desafio é grande? Sim, mas nossa vontade também.

 

Você e todos os brasileiros são parte de nossas conquistas porque é do Todos para todos. Reveja nossas principais ações neste ano!

 

1 - Educação Já!

Se você quer um País melhor, você quer Educação Já!  Em 2018, o Todos liderou o Educação Já, iniciativa que elaborou um conjunto de propostas de políticas públicas para a Educação Básica Pública, apresentou-o para todos os principais candidatos à Presidência e buscou insistentemente colocar a Educação Básica na pauta das eleições. Suprapartidário, o Educação Já contou com a colaboração de diversas organizações e de mais de 60 especialistas. Foi um golaço para a Educação! A iniciativa foi a linha mestra de todas as ações do Todos no ano, que apresentaremos a seguir. Vem com a gente!

 

 

2- Construindo propostas do Educação Já!

Educação Já, fase 2. O ano de 2018 foi de intensa construção de propostas. O Todos coordenou, com o apoio de organizações parceiras, grupos de trabalho com especialistas para detalhar ainda mais as recomendações das medidas prioritárias propostas no Educação Já. Esse conhecimento, produzido com rigor e excelência técnica, estará à disposição dos governantes para que eles possam estabelecer políticas públicas que façam, de fato, a Educação avançar!

 

Quanto custa a igualdade educacional?

Será que existe uma maneira de diminuir a desigualdade que assola o Brasil? O Todos acha que sim e é por meio da Educação. Mas para dar oportunidades iguais a todos, é preciso investir mais em quem tem os maiores desafios. Por isso, desde de 2017, o Todos articula um grupo de especialistas em financiamento educacional para desenhar uma proposta de Novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). Ao longo de 2018, com o Educação Já!, esse trabalho foi aprofundado ainda mais e conseguimos influenciar discussões importantes sobre o financiamento da Educação Básica. O Todos inclusive foi uma das instituições que atuou junto aos parlamentares para convencê-los da importância de manter o orçamento do Ministério da Educação (MEC) corrigido pela inflação no ano de 2019, para evitar que ele fique menor!

 

A profissão mais importante do País. Qualquer plano para o Brasil enfrentar os problemas educacionais passa pela figura do professor, é o que nós acreditamos. Por isso, como parte do Educação Já!, o Todos pôs de pé um dos seus maiores sonhos: um projeto focado na valorização dos professores. Na iniciativa Profissão Professor, o trabalhamos com análises aprofundadas e produção de conhecimento sobre os desafios profissionais cotidianos dos educadores. Como pontapé inicial do projeto, ouvimos milhares de professores por meio da pesquisa Profissão Docente, realizada em parceria com o IBOPE e a organização Conhecimento Social. E sabe o que eles disseram? Que querem ser respeitados, mais ouvidos pelas secretarias de Educação e receber formação continuada e melhores salários (leia e divulgue). Antes de apagar as luzes de 2018, mais uma bola dentro: a partir do conhecimento construído pelo Profissão Professor, foram feitas recomendações ao MEC sobre o tema “referenciais da atuação docente”. Esse material foi uma das referências observadas pelo MEC para a elaboração da proposta de Base Nacional Comum de Formação de Professores entregue ao Conselho Nacional de Educação no dia 13/12.

 

 

3- Levando a mensagem do Educação Já!

Congresso. 2018 foi um ano de muita ação. Ano de colocar na boca do povo a urgência de darmos um salto na aprendizagem. Por isso, o Todos promoveu e participou de muitos eventos para partilhar o Educação Já! com diferentes órgãos do poder. Um deles foi na Câmara dos Deputados, onde batemos de porta em porta nos gabinetes para informar os parlamentares sobre os desafios que persistem na alfabetização de nossas crianças. Conversamos sobre o comprometimento para mudar essa situação e convidamos todos a colar em suas portas cartazes com a informação. Muitos foram os que usaram o material e passaram a se interessar mais pela temática!

 

Diálogos #EducaçãoJá. E que tal se os presidenciáveis dedicassem um tempo para falar sobre Educação Básica na corrida eleitoral? Impossível? A gente promoveu, de maneira inédita, a série de sabatinas Diálogos #EducaçãoJá!, uma parceria com o jornal Folha de São Paulo em agosto de 2018. Foi uma hora inteira só falando de Educação Básica com quatro dos presidenciáveis mais bem colocados na pesquisa Datafolha de julho.

 

Fórum Exame. Sabe quem pode ajudar o desenvolvimento econômico do Brasil avançar com oportunidades iguais a todos? Acertou quem disse Educação! Acreditando nisso, o Todos levou o Educação Já! para o Fórum Exame 2018. O evento que ocorreu em setembro foi uma oportunidade única para debater o assunto com as maiores referências da área de economia do País e, mais uma vez, colocar o assunto no radar dos presidenciáveis.

 

Erik Hanushek no Brasil. Para mostrarmos que a Educação é causa de todos (e não só do Todos), com impacto em diversas áreas do País, trouxemos ao Brasil um dos mais renomados estudiosos da relação entre economia e Educação no mundo, Eric Hanushek, professor, pesquisador e economista da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Durante uma semana, o especialista participou de diversos debates com educadores e economistas em eventos importantes, como o Educação 360, no Rio de Janeiro, promovido pelos jornais O Globo e Extra, e o “E agora Brasil?”, em São Paulo, realizado pelo jornal Valor Econômico.

 

Harvard. Além de ações no Brasil, o Educação Já! também foi levado para debates internacionais. Em abril de 2018 fomos  parceiros da Brazil Conference at Harvard & MIT, evento anual organizado pela comunidade brasileira de estudantes de Boston (EUA),  que reúne duas das faculdades mais prestigiosas do mundo - Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, em inglês).

 

Oxford. Em novembro, foi a vez da Inglaterra. Em parceria com a Fundação Lemann, o Todos promoveu um intensivão sobre Educação Básica para um grupo diverso de formuladores de políticas públicas que já estão em serviço e outros que foram eleitos para os próximos anos. O encontro, que ocorreu na Universidade de Oxford, no Reino Unido, contou com especialistas em Educação e políticas públicas renomados no mundo, entre eles, Bárbara Bruns, do Centro para o Desenvolvimento Global, EUA; e Ju-Ho Lee, ex-Ministro da Educação, Ciência e Tecnologia, Coréia do Sul; para citar apenas dois.

 

 

4- Produção de conhecimento – subsidiando o Educação Já

O que você pensa sobre a Educação?

Não é apenas nos professores que o Todos está interessado. No primeiro semestre, nós lançamos a pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O estudo mostrou que o brasileiro está cada vez mais consciente da importância da Educação! A maioria (89%) concordou que a má qualidade das nossas escolas prejudica o desenvolvimento do Brasil. Os resultados indicam que há vontade de mudança, o próximo passo é arregaçarmos as mangas e pressionarmos por medidas concretas!

 

Tudo sobre Educação em um mesmo lugar. Tradição no Todos, lançamos em 2018 uma nova edição do Anuário da Educação Básica Brasileira, realizado com o esforço de nossa equipe técnica e de conteúdo em parceria com a Editora Moderna. Referência mais importante do País quando o assunto são dados educacionais, a publicação ficou ainda mais completa neste ano - com um dossiê de dados para cada um dos estados brasileiros. Quer saber como anda a qualidade do ensino, quais são as diferenças entre o acesso entre negros e brancos e como está a formação dos professores no Brasil? O Anuário te conta! Acesse e se informe.

 

Juventudes plurais. Quero ser ouvido, acolhido e reconhecido em minhas diferenças, é o que dizem os estudantes brasileiros. Em parceria com o Instituto Inspirare e o Instituto Unibanco, o Todos lançou em 2018 o material mobilizador “Juventudes Pela Educação”. Feito com jovens de escolas públicas e especialistas em juventudes, o documento traz um conjunto de sugestões de como promover a escuta e melhorar a integração das juventudes nas decisões das escolas e políticas públicas educacionais. Além disso, o texto compila 5 pesquisas sobre os jovens brasileiros. Compartilhe e mobilize!

 

O que os presidenciáveis pensam sobre a Educação? Neste ano, estivemos completamente empenhados em emplacar o assunto educacional junto aos presidenciáveis. Por isso, lemos as mais de 600 páginas de planos de governo dos então candidatos à Presidência para entender e divulgar o que eles pensavam para a área educacional. Destacamos alguns pontos, veja quais eram.

 

Todo jovem de 19 anos com Ensino Médio concluído. Como fazemos todos os anos, o Todos seguiu monitorando o cumprimento das 5 metas do movimento (não sabe ainda o que são? Veja aqui!). Em dezembro, divulgamos os indicadores relacionados à Meta 4 - Todo jovem de 19 anos com Ensino Médio Concluído. Neste ano, tivemos uma mudança importante: a base de dados utilizada foi alterada e, com isso, pudemos divulgar os dados já do ano de 2018 (antes, só era possível divulgar dados do ano anterior). Infelizmente, os dados não mostram uma realidade muito animadora: de cada 100 jovens de 19 anos no Brasil, apenas 64 já concluíram o Ensino Médio, sendo que dos 36 que não concluíram, 22 já não frequentam mais a escola!

 

Novo Observatório da Educação. Para oferecer informações relevantes à sociedade e à imprensa e para que gestores e pesquisadores tenham dados confiáveis para tomar decisões, o Todos mantém o Observatório do Plano Nacional de Educação (OPNE) desde 2013, em parceria com 29 organizações. A plataforma reúne dados e análises que ajudam a qualificar o debate em torno das 20 metas do PNE e monitorar o seu cumprimento. Que o site é a ferramenta mais completa sobre dados educacionais do Brasil não é novidade; novo mesmo é seu layout (itálico)! Em novembro, o site foi repaginado para facilitar a navegabilidade e destacar a urgência de avançarmos em uma Educação de qualidade. Conheça, cruze dados e divulgue!

 

 

5- Fortalecendo o Todos!

Site novo. No final de 2017, o Todos mudou de cara: ganhou mais cores, afinou seus princípios e reafirmou seu compromisso com você e todas as crianças e os jovens da Educação Básica Pública brasileira. Para acompanhar essa mudança e garantir uma nova experiência de navegação ao público, lançamos um novo site. Além dos conteúdos e dados de qualidade técnica, a ferramenta conta com acessibilidade para pessoas com deficiência e um espaço dedicado às doações. Navegue conosco pela Educação.

 

Arredondar pela Educação. Em 2018, o Todos passou a fazer parte do Movimento Arredondar. Com essa parceria, o Arredondar reverte para o Todos centavos que clientes doam quando arredondam o valor da compra nas lojas do Burguer King e da Shoulder. Dessa forma, por meio do arredondamento do troco estamos sensibilizando milhares cidadãos brasileiros sobre a importância e urgência da Educação Básica.

 

Você também pode apoiar o Todos! Em 2018, o Todos abriu mais um caminho para que os brasileiros contribuam ativamente para a construção de um futuro melhor para nossas crianças e jovens. Lançamos uma página para receber doações espontâneas de pessoas de todo o Brasil. Aliás, não só do Brasil: por meio da plataforma da BrazilFoundation, o Todos pode receber contribuições de diferentes lugares do mundo; afinal, melhorar a Educação Básica faz um mundo melhor para todos! Todas essas contribuições financiam o amplo trabalho institucional do Todos Pela Educação, que propõe soluções para os desafios da Educação Pública baseadas em boas experiências, conhecimento técnico e em uma articulação suprapartidária. Ou seja, nada aqui vai para o Governo, nem é desperdiçado! Se empolgou? Doe!"

 

=====

 

Puxa! Essa é apenas uma parte do que o time do Todos criou e aperfeiçoou em 2018. Mas teve muito, muito mais! Análises de dados e levantamentos de interesse público, visitas às escolas públicas, encontros e reuniões com pessoas influentes e relevantes no cenário educacional, milhares de aparições na imprensa em defesa da Educação Pública, dezenas de conteúdos exclusivos, promoção de diálogo entre governo e sociedade civil, pontes com organizações internacionais. A gente trabalha - e muito - com total independência, prazer em defender a causa, compromisso com excelência técnica e, sobretudo, paixão pela Educação Básica Pública, professores e alunos brasileiros. E você, se apaixonou por uma causa em 2018? Ainda dá tempo!



SHARE